Skip to content
Anúncios

Prefeitura de Goiânia começa a transferir famílias que residem na área do Macambira/Anicuns

Familias que moram principalmente nas áreas de risco começam a ser transferidas para nova área.

FAMÍLIAS QUE RESIDEM NA ÁREA DO MACAMBIRA ANICUNS SERÃO TRANSFERIDAS PARA O ORLANDO MORAIS

Condomínio habitacional recebe 17 famílias nesta sexta-feira, às 9h30

Dezessete famílias que residem em áreas que serão ocupadas pelo Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama) vão ser transferidas nesta sexta-feira, às 9h30, para o Condomínio Habitacional Orlando Morais, localizado às margens da GO-462, entre Goiânia e Nova Veneza. O primeiro grupo transferido para realização do projeto é composto famílias oriundas dos bairros Vilas Boa e Adélia, Jardim Presidente, Celina Parque e São José.

As famílias, que vivem há mais de 15 anos em áreas de risco e preservação ambiental, vão ser removidas para empreendimento que conta com 474 casas, posto de saúde, escola e Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei). O condomíncio foi idealizado para abrigar famílias que vivem em áreas de risco, de posse e de preservação ambiental. As mesmas não pagarão nenhum valor pelo imóvel.

As unidades habitacionais que elas vão ocupar têm dois quartos, sala e cozinha conjugadas, banheiro e área de serviço, feitos em alvenaria e com telhas de barro. Cada uma das habitações tem 40,80 metros quadrados, seguindo a planta elaborada pela Secretaria Municipal de Habitação (Smhab). Os lotes têm, no mínimo, 225 metros quadrados. O residencial foi construído em área cedida ao poder público pelo cantor e empresário Orlando Morais Filho e pela esposa, a atriz Glória Pires, que são proprietários do loteamento.

A previsão do coordenador do Puama, Valdir Camárcio, é que a partir do próximo ano, novas casas sejam levantadas para atender mais famílias que vivem em lugares impróprios. Além de Valdir, a transferência das primeiras famílias será acompanhada pelo secretário municipal de Habitação, Paulo Borges.

Programa
A área de intervenção do Puama está voltada para a bacia hidrográfica do Ribeirão Anicuns, que drena aproximadamente 70% do município e sofre com problemas como edificações em área de preservação, processos erosivos, lançamentos irregulares de efluentes, disposição de resíduos sólidos ao longo dos vales e falta de proteção adequada para as áreas de recarga dos lençóis freáticos.

Entre as intervenções previstas no projeto estão a execução de obras estratégicas, que vão desde a recuperação das margens e leitos do rio até o melhoramento de pontes e bueiros. As obras foram pensadas para minimizar problemas ambientais gerados pela ocupação desordenada do espaço urbano e melhorar a qualidade de vida em Goiânia.

A estimativa é de que cerca de 350 mil pessoas sejam beneficiadas diretamente com o Programa, por meio de obras de infraestrutura urbana e social nos 131 bairros localizados nas proximidades do Córrego Macambira e do Ribeirão Anicuns. Estão previstas benfeitorias como pavimentação, drenagem, iluminação, construção de escolas (de ensino básico e de ensino infantil), unidades básicas de saúde, centros comunitários, quadras poliesportivas, praças de jogo, ginásios cobertos, bem como a regularização urbana e o reassentamento de famílias e negócios em áreas de risco.

Autor: Thiago Vieira
Anúncios

2 Comments »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: