Skip to content
Anúncios

Últimas notícias sobre o Programa Ambiental Macambira/Anicuns

Apesar deu ser a favor da construção do parque, a forma como a prefeitura vem conduzindo o processo, principalmente em relação às desapropriações ainda está bastante obscura. Sinto através de comentários aqui no blog, que as pessoas estão completamente perdidas sobre se vão ou não ser indenizadas, remanejadas ou simplesmente removidas dos locais. Acredito que a partir de agora tudo vai se tornar mais claro. A prefeitura ainda terá algumas batalhas judiciais pela frente, mas tudo deve ser resolvida de maneira justa, pois um parque como esse só vem a trazer benefícios para a população. Para as pessoas que vivem nas áreas próximas, não deixem de procurar os escritórios locais do Programa, para tirar suas dúvidas, também não deixem de comparecer as reuniões da associação de moradores e procure também o vereador ou presidente da associação de sua região, eles saberão melhor do que ninguém a orientá-los sobre o processo.

Em relaçao a licitação, espero que seja um processo rápido, transparente, livre de corrupção, desvios e propinas, que vença o melhor.

Leia a notícia sobre o edital de licitação abaixo:

Prefeito Paulo Garcia assina edital de licitação, ao seu lado o ex prefeito Pedro Wilson, autor do programa.

PREFEITO ASSINA EDITAL DE LICITAÇÃO INTERNACIONAL PARA PROJETO MACAMBIRA/ANICUNS

Conforme coordenador do Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama), expectativa é de que as primeiras obras tenham início em março do ano que vem

Com a chancela de seu principal idealizador, o ex-prefeito Pedro Wilson, o edital de licitação internacional para a contratação de empresas que darão início à implantação do Projeto Macambira/Anicuns foi assinado pelo prefeito Paulo Garcia nesta segunda-feira em cerimônia realizada no 6º andar do Paço Municipal.

Considerado um dos mais audaciosos projetos socioambientais em curso no País, o Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama) é composto pelo Parque Linear Macambira Anicuns, com 25,3 quilômetros de extensão, além de duas outras unidades de conservação ambiental – Parque Macambira, com dimensão planejada de 25,5 hectares, no Bairro Faiçalville, e o Parque da Pedreira, com área prevista de 10,5 hectares, na encosta do Morro do Mendanha.

O projeto prevê ainda a construção, ao longo de toda a sua extensão, de 46 espaços comunitários, com centro de convivência, quadras poliesportivas, praças, orquidário, ciclovia, aquário, lagos, auditório, centros culturais e outros equipamentos urbanos. O edital de licitação, aberto à participação de empresas de todo o mundo, será publicado em veículos de comunicação de todo o País. A execução das obras de todo o projeto Macambira/Anicuns está orçada, inicialmente, em R$ 210 milhões e a previsão de execução é de cinco anos.

Agradecimento
Em seu discurso após assinatura do documento, Paulo Garcia fez questão de agradecer a presença, na cerimônia, do ex-prefeito Pedro Wilson que, segundo ele, foi quem de fato geriu e lutou pela concepção e implantação desse grande projeto. “O Macambira/Anicuns foi gestado durante o governo de um dos maiores estadistas que Goiás já viu, o nosso ex-prefeito Pedro Wilson. E outro grande estadista goiano, o nosso também ex-prefeito Iris Rezende, que assumiu a prefeitura no lugar de Pedro Wilson, manteve o projeto e em momento algum pensou em suprimi-lo. Tanto que foi Iris quem assinou o contrato de financiamento com o BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento”, relembrou o prefeito.

Para Paulo Garcia, a apresentação final do Projeto Executivo do Puama e assinatura do edital de licitação é resultado de um trabalho em conjunto, realizado ao longo de várias gestões, e da seriedade de todos os profissionais envolvidos. “Coube a mim, a honrosa tarefa de assinar esse edital internacional de licitação que concretiza um projeto que representará uma verdadeira revolução no espaço urbano da cidade de Goiânia”, afirmou Garcia.

Apresentação
Uma breve apresentação do projeto final de execução do Macambira/Anicuns foi feita pelo coordenador do Puama, Valdi Camárcio. Segundo ele, essa implantação será feita em 11 fases e por meio de obras independentes, mas interligadas. Ou seja, à medida que cada estágio do projeto for concluído, ele poderá ser entregue imediatamente a comunidade, sem prejudicar o andamento das demais fases.

Conforme Valdi Camárcio, considerando-se todo o andamento da licitação, a expectativa é de que as primeiras obras do Projeto comecem em março de 2012. Ele explica ainda que a implantação efetiva do Macambira/Anicuns terá início em três de suas 11 fases. “Vamos iniciar as obras de construção do Parque Linear a partir do Setor 1, que vai da nascente do Macambira até a Avenida JK, no Novo Horizonte. Também vamos começar os trabalhos no Setor 7 com a implantação do parque ambiental na foz do Macambira com o Ribeirão Anicuns; e uma outra etapa, que já iremos iniciar, logo seja feita a licitação e contratação das empresas, é a do setor 11, que vai da Vila Santa Helena, nas proximidades da Agência Municipal de Obras (Amob), até a Avenida Goiás Norte”, explicou.

Histórico
O coordenador do Puama também apresentou um breve histórico da concepção e elaboração do projeto Macambira/Anicuns, que teve início em 2003, ainda na gestão do então prefeito Pedro Wilson, quando tiveram início as primeiras negociações com o Banco Interamericano de Desenvolvimento Econômico (BID) – entidade financiadora do projeto.

Em 2005, foi aprovada a análise do financiamento pelo BID, em setembro de 2009, o então prefeito Iris Rezende assinou o contrato com o Banco Interamericano. No final de 2010, após processo licitatório, o prefeito Paulo Garcia assinou a ordem de serviço para a elaboração do projeto executivo do Macambira/Anicuns.

Retirada de famílias
Sobre a retirada de mais 800 famílias e estabelecimentos que estão na área do projeto e que precisaram ser realocadas, o prefeito Paulo Garcia disse não ver problemas nesse processo, o que segundo ele já vem sendo discutido desde março deste ano. “Nós, normalmente, quando temos que fazer o remanejamento de famílias, por estarem ocupando áreas indevidamente, ou porque nesse caso específico, quando as famílias lá se instalaram não havia ainda introjetado no inconsciente coletivo a necessidade de se promover o desenvolvimento sustentável, nós o fazemos da maneira mais consensual e amigável possível. Não temos a intenção de causar nenhum dissabor a ninguém. Estamos todos trabalhando para criar qualidade de vida para todos nós, inclusive para essas famílias que deverão ser realocadas em locais mais condizentes com a formação de suas famílias”, esclareceu o prefeito.

Presenças
Além do ex-prefeito Pedro Wilson, também participaram da solenidade para a apresentação do Projeto Final do Macambira/Anicuns e assinatura de seu edital de licitação a grande maioria dos secretários municipais, vereadores, entre eles o presidente da Câmara Municipal, Iram Saraiva.

Autor: Anderson Costa

Anúncios

1 Comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: