Skip to content
Anúncios

Dia 22 de Março, Dia da Água – Tadinha!

Córrego Palmito em Goiânia

Ecaaa! Esse é o retrato de uma sociedade!

Entra ano, sai ano, sempre a mesma coisa, sempre os mesmos lamentos, as mesmas observações, as mesmas notícias, na verdade acho que cada vez piores. As notícias sempre nos informam sobre a gravidade da situação atual da água doce no mundo, aqui no Brasil, o pais das águas, não é diferente. Possuímos bacias hidrográficas enormes, temos o maior rio do planeta em extensão e em volume de água, mas também temos grandes indíces de poluição, seja por esgotos domésticos, industriais ou por agrotóxicos.

O investimento em saneamento aqui no nosso país é ainda muito pequeno, poucas cidades possuem rede de esgoto, e muitas vezes as que possuem não tem tratamento, ou seja, o esgoto é jogado in natura no leito dos manancias. Fora o desrepeito com o código florestal que, nas cidades é totalmente ignorado, sendo que as construções avançam para praticamente dentro dos córregos ou rios, acabando com as áreas de recarga, as nascentes, matas ciliares e ainda contribuindo para a poluição por esgoto clandestino. O tratamento de água também é deficitário, são poucas as cidades com tratamento de água para toda a população, e as que tem, dependem muitas vezes de mananciais degradados, seja  pela atividade agropecuaria, desmatamentos, erosões ou pela pressão urbana que traz junto muito lixo e esgoto para o manancial de abastecimento.

As próprias concessionárias de água e esgoto admitem que o problema é grave, cerca de 50% dos municipios de Goiás por exemplo, terão graves problemas de abastecimento em 2015, segundo o Atlas Brasil – Abastecimento Urbano de Água, lançado no dia 22/03/11  pela Agência Nacional de Águas (ANA). Estamos numa situação que esta beirando o caos,  mas sinceramente? Não vejo mudança nem a curto, nem a médio prazo. A própria população parece estar em estado de inércia, numa letargia que contagia todos, a maioria não se interessa nem em saber de onde vem a água que bebe, nem em conhecer como está o rio de sua cidade, ou mesmo de saber se realmente existe um rio lá. O consumismo impera, a quantidade de lixo gerado é enorme, lixo que em muitos casos vai parar nos rios.

Não estou falando isso da boca pra fora, eu desço o poluído rio Meia Ponte e sei do que estou falando, eu percorro alguns córregos aqui em Goiânia também e sei que o problema é crítico. Criei por exemplo o portal da bacia do rio Meia Ponte justamente para divulgar a gravidade da situação que se encontra os manancias da cidade, mas isso não acontece só aqui, isso é um problema que afeta a todas as cidades, de norte a sul, de leste a oeste, estamos cada vez mais complicados. Que esse dia, seja realmente um dia que faça diferença, que não seja só mais uma data que só lembra o quanto temos sido negligentes com a natureza e principalmente conosco!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: